MOMENTOS DE DESÂNIMO

Ele, porém, foi ao deserto, caminho de um dia, e foi sentar-se debaixo de um zimbro; e pediu para si a morte, e disse: Já basta, ó Senhor; toma agora a minha vida, pois não sou melhor do que meus pais.


1 Reis 19:4



Elias foi um poderoso profeta nas mãos de Deus, de uma intimidade ímpar, mas era um homem sujeito às mesmas paixões que nós, conforme consta na bíblia (Tg. 5.17). Isso implica dizer que era um homem que estava sujeito às intempéries da vida, às dificuldades e também aos momentos de desânimo.


A vida de um cristão não é feita apenas de bons momentos, mas também existem aquelas ocasiões em que não temos muita esperança, as coisas não caminham como imaginamos e por mais que nos esforcemos parece que não saímos do lugar.


Elias havia acabado de fazer um grande feito nas mãos de Deus, tinha orado e fogo caíra do céu, consumindo o sacrifício. Depois matou vários falsos profetas, mostrando para o povo de Israel que apenas o Senhor Jeová era digno de toda a adoração. Ele tinha muitos motivos para estar satisfeito, confiante e seguro.


É interessante que Elias soube lidar com desafios espirituais, soube lidar com falsos profetas, soube lidar com várias situações diferentes, mas não conseguiu lidar com a ameaça de Jezabel. Diante das palavras de Jezabel Elias se sentiu desmotivado a continuar vivendo, porque se sentia entregue à sorte que outros profetas antes dele tiveram, a morte.


Nas nossas vidas também acontece assim, somos bons para lidar com muitas coisas diferentes, mas parece que alguma situação em particular nos desmotiva a continuar vivendo, tira as nossas energias e nos faz repensar a vida "debaixo de um pé de zimbro".


Nessa hora, precisamos compreender que o nosso entendimento está comprometido e a nossa visão está turva, porque não conseguimos enxergar como Deus enxerga. Só olhamos para as circunstâncias, desprezando o poder de Deus nas nossas vidas.


Elias não tinha ânimo, nem forças para caminhar, foi necessário comer pão cozido sobre brasas para seguir adiante, após a insistência de um anjo.


Talvez esse texto lhe encontrará em um momento de desânimo, e por isso quero lhe dizer que o seu Deus é o mesmo Deus de Elias, que providencia alimento físico e espiritual para que continuemos a nossa jornada.


Eu não sei o que tem tirado o seu ânimo, mas posso lhe dizer que você ainda pode seguir em frente, não é o fim. Não desista dos propósitos que Deus tem para você. Não se deixe vencer pela desmotivação. Entregue seus problemas para Deus, levante-se do "pé de zimbro" e continue a sua jornada segurando nas poderosas mãos do Criador.


Que Deus nos abençoe.


Ev. Sylmar Ribeiro Brito

40 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo