IR PARA A IGREJA OU SER IGREJA?

Atualizado: 20 de ago. de 2020

"Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?"


1 Coríntios 3:16


Em muitos lugares do mundo os templos estão fechados devido a pandemia do COVID-19. Para evitar a propagação do vírus nos ambientes sociais, decretos estão sendo expedidos pelas autoridades competentes determinando que os templos fiquem fechados, e os cultos públicos interrompidos.


Este fato me levou a meditar acerca nosso entendimento do que é a igreja. Para muitos, a igreja é sinônimo de uma construção, a qual denominamos templo, e na verdade, quase que a totalidade das pessoas costuma dizer: "vamos à igreja" ou "vou à igreja", ou seja, forma na mente o conceito de que a igreja, é um templo e que o templo é uma construção.


Mas qual seria o conceito bíblico de igreja? E qual seria o conceito bíblico de templo?


É importante lembrar que os apóstolos denominavam templo, a construção situada em Jerusalém construída por Salomão e reconstruída por Zorobabel, e que as outras construções para reunião religiosa eram denominadas de sinagogas. Ou seja, havia apenas um templo, o de Jerusalém.


Sendo assim, medito que as nossas construções atuais talvez se assemelhem mais à sinagogas do que ao próprio templo de Jerusalém, principalmente porque no início da história da igreja, esta se reunia em casas e não no templo de Jerusalém.


Então, podemos enxergar que existem alguns conceitos que precisamos rever para entender o que está acontecendo com o fechamento dos nossos salões de reunião.


Precisamos redefinir o que é templo e o que é igreja.


A arca da aliança ficava no santo dos santos no templo de Jerusalém, e esta simbolizava a presença de Deus. Quando Jesus foi crucificado na cruz, o véu se rasgou de alto a baixo, simbolizando que não haveria mais a necessidade de sacrifícios do sumo sacerdote no santo dos santos, porque o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, ou seja, o sacrifício perfeito, já havia sido imolado na cruz.


Não havia também a necessidade do véu separando o lugar santíssimo, porque a agora a presença de Deus seria simbolizada e efetivada pelo Espírito Santo em nós. O versículo acima epigrafado redefiniu o conceito de templo. Agora o templo não são mais quatro paredes que contém artigos consagrados, nós somos o templo de Deus, porque o Espírito Santo habita em nós.


Mas e quanto à igreja? A igreja pode ser definida como uma construção? Em I Co 16:19 lemos: "As igrejas da Ásia vos saúdam. Saúdam-vos afetuosamente no Senhor Áqüila e Priscila, com a igreja que está em sua casa." Percebemos que a igreja estava instalada na casa de Áquila e Priscila, mas a igreja não era a casa de Àquila e Priscila, há uma diferença. A igreja é um organismo vivo, é a esposa do Cordeiro, e não pode ser fechada por decretos governamentais.


A igreja não pode ser fechada porque é um corpo em movimento, não é estática, a igreja avança. Precisamos entender que nesses dias em que nossos salões de reunião, os quais costumamos denominar de "templos" ou "igrejas" estão sendo fechados, a verdadeira igreja do Senhor está viva e avançando contra o reino das trevas, porque nem as portas do inferno podem parar a igreja de Jesus.


Onde existem dois ou três reunidos em nome de Jesus, ali ele está presente. Não temos mais o templo de Jerusalém, porque nós somos o templo de Deus sendo que o Espírito Santo habita em nós. As igrejas não estão sendo fechadas, porque nós somos a igreja, organismo vivo em movimento em toda parte do mundo.


Os salões de reunião estão sendo temporariamente fechados por decretos governamentais, fato que lamentamos profundamente, mas é uma ótima oportunidade de refletirmos acerca de ser igreja nesses tempos hodiernos de tanta dificuldade. Seja igreja na sua casa, seja igreja no seu trabalho, seja igreja onde você estiver, porque o Espírito Santo do Senhor habita em nós!


Glórias sejam dadas ao nome de Jesus.


Ev. Sylmar Ribeiro Brito


16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo