top of page

FIRMES E CONSTANTES

Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.



Firmeza e constância são características de pessoas que conseguem alcançar os objetivos traçados. No meio cristão é comum encontrarmos pessoas que possuem uma grande intensidade para fazer a obra do Senhor, mas que dura pouco tempo. São pessoas que ficam animadas com a visão, gostam de participar de projetos, se inscrevem em eventos, se emocionam, cantam alegremente, pulam, gritam, mas o efeito da animação dura pouco tempo.


Os cristãos que são firmes e constantes, pelo contrário, não costumam ser muito empolgados com as situações concernentes à execução de projetos, mas conseguem realizar cada etapa acreditando que aquele que começou a boa obra é fiel para terminá-la (Fp 1.6). Em tempos de dificuldade espiritual, mornidão, aumento da iniquidade e apostasia como o que estamos vivendo, precisamos ter muita firmeza e constância para não sucumbirmos aos encantos desse mundo.


A firmeza e a constância são as chaves para a execução de projetos e para a prosperidade em qualquer área da vida, e em especial na área ministerial. Existem muitas oportunidades nas quais as circunstâncias parecem contrárias ao nosso propósito, então somos levados a questionar se estamos trilhando o caminho certo. Nessas horas, a palavra de Deus deverá falar alto aos nossos corações nos lembrando que vivemos por vista, mas pela fé (2 Co 5.7). A firmeza é preciso para evitar a fragilidade. Explico melhor: se formos frágeis nos dias de angústias a nossa força de vontade diminui muito (Pv. 24.10), mas se formos firmes, a nossa força aumentará.


As angústias e tribulações da vida são reais e precisam de uma resposta da nossa parte para que possamos suplantar os nossos adversários externos e internos. A resposta que podemos dar nesses momentos é a firmeza e a constância. A constância nos ensinará que se continuarmos fazendo a obra do Senhor independentemente das circunstâncias, o Senhor nos surpreenderá. Quando somos constantes na obra do Senhor, nos momentos mais difíceis, que aparentemente não nos mostram uma saída, nesses momentos Deus opera milagres. É muito prazeroso experimentar os milagres que Deus realiza na sua obra por nosso intermédio quando somos constantes. Não me refiro a milagres extraordinários, mas a soluções que o Senhor nos concede das maneiras mais inesperadas.


A palavra de ordem para o povo de Deus é continuem marchando! (Ex 14.15). Marchar em meio a um ambiente hostil, como um deserto, é uma decisão de sermos constantes em nossas vidas. Marchar sendo ameaçados pela perseguição de um exército inimigo é uma decisão de mantermos a nossa fé firme no Senhor. Não podemos parar, não podemos desistir, devemos ir em frente e continuar a caminhada. Não vacilemos diante dos desertos da vida, da ausência de resultados imediatos, da aparente ineficácia do trabalho, porque a semeadura é um processo longo, primeiro plantamos a semente, depois regamos e esperamos Deus dar o crescimento (I Co 3:6-8).


Vamos entregar os processos das nossas vidas nas mãos de Deus. Vamos deixar o Espírito Santo conduzir os nossos passos para continuarmos trilhando o caminho da sua vontade com firmeza e constância. Precisamos aprender a não sermos guiados pelo que vemos, porque os resultados da obra de Deus muitas vezes não aparecem de forma imediata, mas levam o tempo necessário do crescimento que não dependente exclusivamente de nós, mas de Deus, que dá o crescimento. Mantenhamos a constância na caminhada para que possamos alcançar o prêmio da nossa salvação. É tempo de guardarmos o que temos, segurar a nossa coroa para que ninguém roube de nós as riquezas que nos aguardam na glória.


O Senhor tem um propósito para cada um de nós, mas apenas cumpriremos a vontade do Senhor nas nossas vidas se formos firmes e constantes. A maravilha de trabalharmos para Deus é sabermos que o nosso trabalho não é vão no Senhor. Devemos considerar que chegará o dia da retribuição, porque Deus é justo e dará a cada um conforme as suas obras.


Que Deus em Cristo nos abençoe.


Ev. Sylmar Ribeiro Brito

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page