Firmes e constantes.

Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.


1 Coríntios 15:58



A obra do Senhor necessita de pessoas que possuam as características da firmeza e constância, porque os desafios são grandes e existem muitas pedras neste caminho estreito. A firmeza e a constância vêm com a consciência do chamado e com a certeza de que Deus não nos levanta para sermos grandes, mas levanta homens pequenos para serem instrumentos do seu poder aqui nesta terra a despeito das situações adversas que possam surgir na caminhada.


A firmeza e a constância são mais importantes do que a grandeza da visão. Não existem obras relevantes no reino que Deus que não tenham como fundamento a compreensão de que o vaso para honra é formado no calor do fogo das provações. Sem firmeza, ao primeiro sinal de tribulação muitas pessoas abandonam o projeto e voltam para o caminho largo, porque lhes foi ensinado que seguir Jesus seria um caminho de delícias, ou seja, um ensinamento antibíblico.


Grandes homens de Deus no passado persistiram no seu chamado, porque tinham ciência de que não haviam sido escolhidos para reinar nesta era, mas para sofrer como Jesus Cristo sofreu e reinar na era vindoura. Existem outros homens e mulheres da igreja que se levantam, fogem do confronto, sob a justificativa de pregar um evangelho do amor, porque não querem paga o preço de pregar a justiça divina que é capaz de livrar o pecador do fogo do inferno, sob a capa de uma pacificação com o pecador que nunca foi proposta por Jesus Cristo.


Existem outros que começam bem, pregando a verdade e praticando a justiça, mas entendem que o preço é muito alto, e por este motivo seguem por um caminho mais confortável. São homens inconstantes levados por todos os ventos de doutrina. Homens que utilizam o evangelho como forma de fazer negócios e auferir lucro neste mundo caído, sem discernir que será muito mais difícil encarar a vida eterna com uma bagagem de falta de firmeza e inconstâncias aqui neste mundo.


A firmeza e a constância são necessárias para dizer "sim" e "não". A firmeza é necessária para dizer sim à vontade de Deus e não às propostas do mundo. A constância é necessária para dizer sim, quando as lutas vierem, e não quando as facilidades do evangelho sem compromisso aparecerem. A firmeza e a constância formam o verdadeiro caráter cristão.


A minha oração é que Deus levante homens e mulheres mais comprometidos com o chamado do que com as benesses que a popularidade podem proporcionar. Homens que sejam firmes para não trocar o chamado pelos "pratos de lentilhas" da vida. É preciso sermos firmes para nos manter de pé mesmo em meio às tribulações próprias da vida cristão, que não são poucas.


A constância nos levará onde a empolgação não leva. Alguns se levantam na obra de Deus com muita empolgação, mas logo desanimam quando percebem que não podemos servir ao Reis dos Reis com base em sentimentos passageiros, mas com a consciência de que fiel é o que prometeu.


Ev. Sylmar Ribeiro Brito






3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo