top of page

ESTAMOS CHEGANDO AO FINAL DOS TEMPOS? PARTE 2

Porque se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá terremotos em diversos lugares, e haverá fomes e tribulações. Estas coisas são os princípios das dores.



Para continuar discorrendo sobre o final dos tempos, precisamos localizar a nossa época no contexto escatológico. Quando analisamos à luz das escrituras os acontecimentos atuais, notamos que as profecias do sermão escatológico de Cristo estão se cumprindo, permitindo-nos situar a nossa condição escatológica perante os fatos autuais. Os ataques de nação contra nação já estão se intensificando a cada dia. Comenta-se muito sobre a possibilidade do estouro de uma terceira guerra mundial. Os conflitos entre os EUA e a China ou a Coréia do Norte são ameças recorrentes. Ouve-se sobre a possibilidade de um conflito entra a China e Taiwan ou entre Israel e os países islâmicos vizinhos, além da prolongada guerra entre a Rússia e a Ucrânia na qual a OTAN está ativamente presente.


A frequência dos terremotos tem aumentado nos últimos anos, o registro dos abalos sísmicos demonstram o aumento na intensidade e periodicidade dos tremores:


HÁ UMA ONDA DE TERREMOTOS EM ANDAMENTO? A sucessão de terremotos, sendo o mais grave o da Indonésia na segunda-feira e seguido pelo abalo da madrugada de hoje na Turquia, faz surgir o questionamento se o número de sismos e sua frequência não estão muito altos e fora do padrão normal. Diante dos questionamentos, o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) publicou em suas redes sociais um esclarecimento sobre a recente onda de tremores de terra. “Pode parecer que tem havido muitos terremotos ultimamente, mas em média há um terremoto de magnitude 6 a 6,9 em algum lugar da Terra a cada cerca de 2 a 3 dias”, observou o USGS.


Conforme relatado nas escrituras, estão ocorrendo terremotos em vários lugares. O continente asiático tem sido muito castigado com terremotos, como ocorreu no Japão, Indonésia, Índia, Irã, Paquistão, China, ou seja, vários lugares estão sendo atingidos por terremotos, e infelizmente a tendência é que os tremores aumentem, porque as catástrofes escatológicas são comparadas às dores de parto, as quais só se intensificam até o nascimento da criança. Talvez, por este motivo, Marcos 13:8 nos ensina que estes sinais caracterizam apenas o "princípio das dores." Em outras palavras, as dores vão se intensificar até a vinda de Cristo com a sua igreja, para redimir a criação.


Sobre as fomes, e veja que na tradução para o português a palavra está no plural, notemos que o mundo está vivendo uma instabilidade financeira que pode fazer eclodir uma crise mundial a qualquer momento. Segundo relatório da ONU a fome mundial cresceu como reflexo da pandemia e da guerra entre a Rússia e a Ucrânia:


Relatório da ONU aponta que agravamento da fome mundial foi acelerado pela pandemia e guerra na Ucrânia, que aprofundou a crise de alimentos; outras formas de insegurança alimentar atingem 29,3% da população mundial.

O relatório Estado da Segurança Alimentar e Nutrição no Mundo 2022, lançado pela ONU nesta quarta-feira, aponta que o número de pessoas afetadas pela fome em todo o mundo subiu para 828 milhões em 2021, uma alta de cerca de 46 milhões desde 2020 e 150 milhões desde o início da pandemia de Covid-19.

De acordo com os dados apresentados, a proporção de pessoas afetadas pela fome vinha praticamente inalterada desde 2015, próxima de 8% da população global. Com a crise de saúde e a guerra na Ucrânia, o número saltou nos últimos anos e agora já afeta 9,8% das pessoas no mundo. https://news.un.org/pt/story/2022/07/1794722


Percebemos que os vetores que fizeram a insegurança alimentar aumentar no mundo, foram a pandemia e a guerra entre a Rússia e a Ucrânia. Será que essas são estratégias do sistema do anticristo? Será que podemos estar presenciando a atuação dos cavaleiros descritos em Apocalipse 6? São perguntas difíceis de serem respondidas, especialmente se consideramos as linhas escatológicas abraçadas pelas denominações, em especial o pré-tribulacionismo. Mas se fizermos uma correlação entre o sermão profético de Cristo descrito em Mateus 24, Marcos 13 e Lucas 21 com os acontecimentos da abertura dos selos em Apocalipse 6, notaremos uma grande semelhança dos fatos descritos.


Vemos que no terceiro e quarto selos a figura da escassez e da fome estão presentes. Precisamos atentar para a veracidade das escrituras e deixar as paixões escatológicas de lado, por vezes, se quisermos entender com fidedignidade os acontecimentos finais. O certo é que as guerras, os terremotos e a fome estão aumentado a cada dia, se intensificando como as dores de parto, mas não devemos nos assustar, é apenas o princípio das dores.


Por fim, Jesus proclama no sermão profético sobre as tribulações. E quando relacionamos o versículo 8 do evangelho de Marcos, capítulo 13 com o versículo 9 do mesmo capítulo, fica evidente que o alvo das tribulações será especialmente o povo de Deus:


"Fiquem atentos, pois vocês serão entregues aos tribunais e serão açoitados nas sinagogas. Por minha causa vocês serão levados à presença de governadores e reis, como testemunho a eles.


Vemos que as tribulações estão relacionadas à fé em Cristo. A verdade que a perseguição aos cristãos é crescente. A igreja perseguida em países que a fé cristã não é tolerada tem sofrido cada vez mais. A tendência é que a perseguição aumente a cada dia, como as dores de parto. No Brasil já vivenciamos um momento de grande tribulação para o povo de Deus, porque a pregação do evangelho tornou-se "discurso de ódio" e já estamos sendo levados aos tribunais assim como outrora os irmãos da igreja primitiva. A pregação da palavra de Deus aqui no Brasil já está criminalizada. Avizinha-se um período tribulação ainda maior para os cristãos brasileiros que possuem um compromisso verdadeiro com Cristo. Mas não devemos nos assustar, é apenas o princípio das dores.


A mensagem final deste artigo para você irmão, que leu até o fim é: fica firme, persevera na fé! Vale a pena servir a Jesus, mesmo em meio a tantas tribulações. Tenha consciência de que o cenário tende a piorar, mas Jesus já havia nos avisado que seria assim mesmo, portanto, guarda o que tem para que ninguém roube a sua coroa.


Continua...


Que Deus em Cristo nos ajude e nos abençoe,

Ev. Sylmar Ribeiro Brito


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page