ANULANDO SOFISMAS II - DESTRUINDO SOFISMAS

Atualizado: 10 de out.

Destruímos todas as opiniões arrogantes que impedem as pessoas de conhecer a Deus. Levamos cativo todo pensamento rebelde e o ensinamos a obedecer a Cristo.


2 Coríntios 10:5


Gosto da Nova Versão Transformadora - NVT, porque ela traduz uma linguagem mais próxima do homem contemporâneo. O texto interpretou "sofismas" - da Almeida Revista e Atualizada - como opiniões arrogantes. Penso que seja uma tradução adequada, considerando que os sofismas no meio eclesiástico nascem realmente do coração de pessoas arrogantes que não se conformam com a verdade do evangelho e buscam reproduzir um evangelho segundo suas vontades e conceitos pessoais.


Entendo que Deus levanta uma geração para cada fase da igreja, e nós somos a geração desta fase obscura. Segundo os estudiosos da escatologia, a última fase da igreja traria as características da igreja de Laodicéia, do livro da revelação. Que características são essas? Uma igreja cheia de si, arrogante, que não consegue enxergar os seus próprios erros porque imagina que está caminhando na verdade, mas não percebe que caminha na mentira.


Será que estamos atravessando a última fase da igreja na terra? Será que as características da igreja atual se parecem com a igreja de Laodicéia? Vale a pena refletirmos. Alguns dirão que é impossível, porque a igreja de Laodicéia representa os "crentes desviados" que não subirão no arrebatamento da igreja. Será? Talvez precisemos meditar sobre como os sofismas estão sendo criados hoje em dia no meio da igreja, nunca a frase mundana "os fins justificam os meios" poderia ser tão bem aplicada como hoje, nos rincões da igreja moderna.


Ora, sobre o pretexto de estarem evangelizando, os cristãos da igreja moderna estão organizando verdadeiras festas pagãs dentro dos templos, como por exemplo a "festa jesuína" ou o "canarnal de Cristo", mas estes se consideram imunes às críticas porque segundo eles estão em busca de uma bem maior. Outros se vestem de super-heróis cômicos e ocupam os púlpitos ridicularizando o evangelho, mas segundo eles, estão em busca de um bem maior, cativar os jovens. O interessante é que me custa imaginar Paulo ou até mesmo Jesus se fantasiando de super-herói para pregar o evangelho.


Será que esta máxima: "os fins justificam os meios" pode ser considerada para as doutrinas e programações da igreja ou precisamos nos ater o que à palavra de Deus diz? A bíblia diz que devemos fazer tudo com decência e ordem (I Co 14.40), mas alguns estão imitando uivos de lobo dentro das igrejas, subindo nas colunas dos templos, arrastando-se pelo chão, e segundo dizem trata-se de algo incontrolável, algo maior, mas onde fica a orientação de Paulo de que o espírito do profeta é sujeito ao profeta? (I Co 14:42).


Quando não acontecem verdadeiras aberrações nos templos, notamos um linguajar imoderado, chocarrices (para empregar o português bíblico) e técnicas de controle de massa nos púlpitos, para fazer as pessoas sorrirem, se emocionarem, aplaudirem enfim, sentirem-se como se estivessem em um cinema ou peça teatral. Mas qual o lugar das verdades do evangelho? E onde ficam as palavras que confrontam o pecado?


Mas a justificativa (as opiniões arrogantes) é de que os carnais não conseguem entender que "quem está na graça é assim mesmo" ou "quem está cheio do poder, incomoda crente gelado". Será que Paulo seria um crente gelado ou será que Jesus não seria cheio do poder? Porque nunca li registros na bíblia de Paulo ou Jesus utilizando alguns artifícios da igreja moderna, e qual era o resultado da atuação de Jesus ou dos apóstolos? Curas, libertação, salvação, etc... e qual tem sido o resultado desse espetáculo grotesco dentro dos templos? Escândalo!


Jesus já havia advertido que nos últimos dias ocorreriam escândalos, e se nos basearmos nas doutrinas baseadas em opiniões arrogantes ou nos sofismas empregados para tentar justificar o injustificável de que os fins justificam os meios na obra do Senhor, notaremos que os escândalos estão aí! O antídoto para os sofismas é a pregação e o ensino da verdadeira palavra do evangelho.


É urgente que Deus levante homens e mulheres nessa geração para combater esses sofismas, anulando-os com o poder do evangelho. O preço não é barato, ocorrerão críticas, portas fechadas, gracejos, humilhações, etc... mas desta forma foram tratados todos os verdadeiros profetas, os apóstolos e Jesus.


Quem se colocar no lado de defender a pureza do verdadeiro evangelho ao invés de ingressar na nefasta ordem dos pregadores e ensinadores de sofismas, estará do lado correto e receberá o galardão pelo serviço prestado ao reino de Deus.


Que Deus em Cristo nos abençoe,


Ev. Sylmar Ribeiro Brito


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo