A ÁRVORE QUE NÃO DÁ FRUTO

E também já está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não dá bom fruto, corta-se e lança-se no fogo.


Lucas 3:9


Quando João Batista, o precursor de Jesus, pregava, a sua palavra muitas vezes incomodava a multidão, porque ele costumava pregar muitas verdades. Quando ele ensinou que o machado estava posto à raiz das árvores, de certa forma estava ilustrando que a nossa vida está sendo analisada de maneira permanente.


Não se trata de análise para efeito de salvação, porque a salvação não depende das nossas obras, mas a verificação é exatamente se produzimos frutos dignos de arrependimento, ou seja, obras que acompanham a salvação. Isso significa que aqueles que se arrependeram das obras de injustiça, a partir da sua conversão, produzem obras de justiça, que a própria palavra de Deus diz que simbolizam a vestimenta dos salvos.


O machado está posto à raiz das árvores, porque as árvores que não produzem bons frutos, devem ser cortadas. É importante ressaltar que não adianta produzir apenas frutos, mas os frutos precisam ser bons. E o que seriam bons frutos? Para responder a esta pergunta, é necessário entender acerca da qualidade da árvore, porque a própria palavra de Deus diz toda árvore boa produz bons frutos.


Podemos deduzir então, que bons frutos é a consequência natural de uma árvore boa. Sendo assim, podemos dizer que um bom cristão produz boas obras. Uma pessoa que entendeu que a vida cristã apenas começa com a conversão, buscará produzir boas obras e procurará ter uma vida frutífera, sendo que uma vida frutífera é uma vida que impacta a vida das pessoas que estão ao redor.


O apóstolo Paulo foi uma pessoa que perseguiu a igreja de Cristo, mas, quando este se converteu, produziu muitos frutos dignos de arrependimento, realizou várias viagens missionárias, doutrinou várias pessoas e igrejas, ou seja, mostrou com a sua vida que era uma árvore frutífera com bons frutos.


Seguindo esta analogia, temos a dizer que na seara de Cristo, as árvores não devem produzir apenas sombra, mas, principalmente frutos. Infelizmente muitas pessoas estão plantadas na igreja, mas estão produzindo apenas sombra. Mas o que significa isso? Significa que são pessoas que não multiplicam a semente que receberam. São pessoas gentis, cordatas, gostam de ir à igreja, frequenta todos os cultos, mas são apenas frequentadores.... produzem apenas sombra e estão contentes com isso, imaginando que estão fazendo um bom papel.


Na realidade, João Batista demonstra de forma muito clara, que o destino das árvores que não produzem bons frutos é serem cortadas e serem lançadas no fogo. Alguém poderia indagar: mas por que um destino tão drástico? Produzir sombra não é algo positivo? Na verdade irmãos, qualquer um de nós que plantarmos uma árvore frutífera no nosso jardim na expectativa de saborear o seu fruto, ficará frustado apenas com a sombra que ela produz.


Gostaria que você imaginasse um fruticultor que planta e rega um grande laranjal na expectativa de extrair o seu fruto e sustentar a sua família, mas todas as laranjeiras ficam satisfeitas em contribuírem apenas com a sombra que produzem e abrigo para os pássaros. Por mais que sombra e abrigo sejam bem vistos pela maioria das pessoas que de passagem vêem aquele bosque, não é suficiente para atender as expectativas do fruticultor, porque a natureza de uma laranjeira é produzir laranjas, caso contrário devem ser arrancadas e serem substituídas por árvores que dão frutos.


Da mesma forma, a natureza de um cristão é produzir bons frutos, caso contrário a vida cristã em indo em uma direção de letargia perigosa, porque pode ter como consequência ser contado e lançado no fogo. Medite sobre essa palavra. Você tem produzido bons frutos na sua vida cristã, ou apenas sombra e abrigo para passarinhos?


Não se iluda, Jesus não espera de você apenas sombra e abrigo para pássaros, ele espera frutos dignos de arrependimento, caso contrário, o machado está posto à raiz das árvores.


Glórias sejam dadas ao nome de Jesus.


Ev. Sylmar Ribeiro Brito

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo